MÉXICO

Peixes de água doce pequenos chamados mollies de enxofre espirrar sincronicamente suas caudas para criar ondas, e os cientistas já demonstraram que esta estratégia pode deter pássaros famintos. Os pesquisadores acionaram o processo de criação de ondas usando estilingues e descobriram que os pássaros esperavam o dobro do tempo entre os ataques.

CHILE

Uma investigação de núcleos de rochas sedimentares revelou que um grande tsunami anteriormente não documentado atingiu a costa do Chile em 1737. A descoberta sugere que os tsunamis atingiram a costa do país com mais frequência do que se pensava anteriormente e que as avaliações de risco devem considerar os registros geológicos e históricos.

CANADÁ

Cientistas encontraram evidências de bactérias “mineração” de prata no antigo cocô de verme subaquático. Uma análise microscópica de fezes fossilizadas revelou manchas do metal, que provavelmente se acumularam cerca de 500 milhões de anos atrás, quando bactérias que habitam o esterco o extraíram da água circundante.

Groenlândia

Simulações de computador sugerem que a mudança climática estava entre as razões Os vikings abandonaram a Groenlândia no século XV. Uma camada de gelo em expansão teria deprimido a terra e puxado a água do mar para a costa, inundando os assentamentos costeiros com até cinco metros de água.

Reino Unido

Pesquisadores do nordeste da Inglaterra desenterraram um fragmento de exoesqueleto de o maior artrópode já descobertoem um gênero chamado Arthropleura. Ao fazer referência às proporções corporais de fósseis relacionados, a equipe estima que esse milípede pesava 50 quilos e media 2,6 metros de comprimento.

TANZÂNIA

Novo trabalho sugere que pegadas de 3,66 milhões de anos podem vir de um hominídeo que andava com um andar estranho, desfilando cruzando um pé na frente do outro. As faixas são distintas Australopithecus afarensis– as espécies de hominídeos conhecidas da área – sugerindo que os primeiros humanos com passos muito diferentes podem ter coexistido.