21.7 C
Lisboa
Quarta-feira, Agosto 10, 2022

A GUERRA DOS ROHIRRIM, uma história épica e claustrofóbica — GeekTyrant

Must read



Estou muito empolgado com o próximo filme da Warner Bros. Animation e da New Line Cinema J. R. R. Tolkien filme de anime O Senhor dos Anéis: A Guerra dos Rohirrim. O filme está sendo produzido por Philippa Boyensque fez parte da equipe de roteiristas de O senhor dos Anéis e O Hobbit trilogias, e ela conversou recentemente com TheOneRing.net sobre o filme e ofereceu alguns novos detalhes emocionantes!

A história se passa dois séculos antes dos eventos de The Tolkien, The Hobbit e O senhor dos Anéis, e irá “explorar as façanhas de Helm Hammerhand, o Rei de Rohan, e a criação do Abismo de Helm, a fortaleza”. Essa fortaleza foi destaque em Peter Jacksonde O Senhor dos Anéis: As Duas Torres.

O filme se passa 183 anos antes dos eventos narrados na trilogia original de filmes. “Um ataque repentino de Wulf, um lorde Dunlending inteligente e implacável em busca de vingança pela morte de seu pai, força Helm e seu povo a fazer uma última resistência ousada na antiga fortaleza de Hornburg – uma poderosa fortaleza que mais tarde virá a ser conhecido como Abismo de Helm. Encontrando-se em uma situação cada vez mais desesperadora, Hera, a filha de Helm, deve reunir a vontade de liderar a resistência contra um inimigo mortal com a intenção de sua destruição total.”

Brian Cox dará voz ao Helm Hammerhand, o poderoso Rei de Rohan, que é um personagem do apêndice do livro de Tolkien. Ele é acompanhado por Gaia Sábia e Miranda Otto, que deve reprisar seu papel como Éowyn, Shieldmaiden of Rohan, da trilogia original. Ela será a narradora do conto.

Boyens explicou que o filme conta uma história que é uma “luta muito humana – e política”. Ela continuou dizendo que o filme “não é sobre o Anel, não é sobre o Lorde das Trevas. Tudo isso é muito periférico à história.”

Uma das coisas que a atraiu na história foi o exame de honra, vingança e laços familiares – de ambos os lados. “Para Helm, há uma loucura nascida da dor pela perda da criança. Com Wulf, há seu relacionamento com seu pai e com Héra.”

A história também incluirá as queixas históricas dos Dunlendings, que os senhores de Gondor deram o que os Dunlendings sentiram ser sua terra para os Rohirrim.

Boyens continua provocando um momento chave no filme dizendo: “E há um momento no filme, que é incrivelmente doloroso e poderoso, onde Wulf se compromete com um curso de ação do qual ele não pode se afastar. E uma vez que ele faz isso, a história escurece.”

O filme está sendo dirigido por Kenji Kamiyama (Blade Runner: Lótus Negro e Ghost in the Shell: Complexo autônomo), e em relação a esse momento do filme, explica-se que foi aqui que os roteiristas Phoebe Gittins e Arty Papageorgiou realmente conectado com Kamiyama.

Ela também explicou que o filme será épico e claustrofóbico: “Então, sim, começa com essas batalhas em grande escala, mas na verdade se torna mais intenso e… claustrofóbico”. E então revelou que “a natureza do filme se transforma quase em uma história de fantasmas”.

Ela disse: “À medida que o cerco se instala, os rumores de horror começam a se espalhar. E eu posso te dar uma pequena provocação e te dizer que, embora tenhamos dito que isso não é sobre O Anel e isso não é sobre o Lorde das Trevas… existem as Montanhas Brancas e existem criaturas [out there].”

Boyens então acrescentou: “Além disso, posso acrescentar – e achei que foi, novamente, muito interessante na maneira como Kamiyama abordou isso – este foi um inverno longo e frio que estava prejudicando a todos”.

Isso tudo soa tão emocionante! Há muito mais que Boyens discutiu na entrevista, e se você quiser ler isso e obter algumas informações e insights adicionais sobre o filme, vá para TheOneRing. Eu realmente espero que eles mostrem algumas cenas deste filme na Comic-Con!

Gala Sábia (Um passeio na floresta) interpretará a filha de Hammerhand, Hera, e Lucas Pasqualino (Snowpiercer) irá retratar Wulf. O resto do elenco de voz inclui Lorraine Ashbourne (Netflix Bridgerton), Yazdan Qafouri (Eu vim), Benjamin Wainwright (BBC One’s Mundo em chamas), Laurence Ubong Williams (Porta de entrada), Shaun Dooley (Netflix O Mago), Michael Wildman (Presentes Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw), Jude Akuwudike (Bestas sem nação), Bilal Hasna (BBC Faíscas), e Janine Duvitski (ITV’s Benidorm).

O filme está atualmente em produção na Sola Entertainment, e o filme será lançado nos cinemas em 12 de abril de 2024.



Fonte deste Artigo

- Advertisement -spot_img

More articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Latest article