As complexidades de Lilo fazem dela a melhor protagonista da Disney

0
10



Quando criança – e muitas vezes ainda como adulto – sempre me identifiquei com o jovem herói Lilo Pelekai, amante da música, sussurrador de peixes e apertar botões. Fiz amigos com restos de material, irritei minha irmã mais velha e tinha um cachorro realmente desagradável para me fazer companhia. Vale a pena relembrar o que faz de Lilo Lilo & Stitch tão cativante, e como ela abriu caminho para protagonistas femininas mais francas e não convencionais. Além de ser um pária deliciosamente mórbido e criativo, Lilo é resiliente, determinado e leal, mostrando ao público jovem e velho que merecemos ser amados por causa – não apesar – das coisas que nos tornam especiais.


Em primeiro lugar, ninguém pode negar que Lilo tem um coração enorme. Ela dança pela vida com o tipo de deslumbramento que as crianças possuem e os adultos invejam, vendo a beleza de cada turista de biquíni na praia e fazendo pedidos às estrelas cadentes. Ela ama ferozmente e se preocupa profundamente, o que podemos ver através de seu relacionamento com a irmã mais velha Nani, e suas tentativas contínuas de se conectar com os “amigos” que a excluem. No final do dia, Lilo só quer dançar hula, brincar de boneca e curtir Elvis com as pessoas de quem gosta.

Porém, como todo bom personagem, Lilo também possui algumas características desfavoráveis. Ela é raivosa e impulsiva, tendo tendência a morder primeiro e fazer perguntas depois. Sua frustração normalmente vem de se sentir incompreendida e muitas vezes aponta para sua intensa solidão e desejo de se sentir conectada com outras pessoas enquanto sofre a perda de seus pais. Essa dualidade talvez seja melhor mostrada em sua primeira cena no filme, quando em um minuto ela está entregando um sanduíche de manteiga de amendoim para um peixe e no próximo ela está dando um soco no rosto de Mertle na prática de hula. Como qualquer criança tentando se descobrir, Lilo luta para conciliar todas as diferentes partes de si mesma. Ela quer desesperadamente se encaixar com seus colegas, mas se recusa a mudar quem ela é para fazer isso.

RELACIONADO: Como ‘Lilo & Stitch’ retratou habilmente a vida moderna dos havaianos nativos


Lilo e Stitch são dois cabeças quentes com problemas de abandono

Por essas razões, faz sentido que o anjo que ela deseja venha na forma de um tirano alienígena de seis membros com um problema de raiva. Ela o chama de Stitch, e assim começa a comédia de amigos mais bizarra e adorável que você já viu. Dois cabeças quentes com problemas de abandono, Lilo e Stitch tendem a piorar as coisas, mesmo quando têm as melhores intenções. Por exemplo, enquanto Nani procura emprego freneticamente pela ilha, Lilo tenta ensinar Stitch a ser um cidadão modelo, e a dupla deixa um pequeno rastro de destruição em seu rastro. Eles destroem barracas de frutas, assustam velhinhas e causam estragos na praia.

Mesmo quando ela faz bagunça, observando Lilo tentar integrar Stitch na sociedade, vemos sua crença no bem e desejo de ajudar os outros. Também podemos ver uma jovem sábia além de sua idade, enquanto Lilo e Nani lutam para manter sua pequena família unida enquanto a bem-intencionada assistente social Cobra Bubbles ameaça separá-los. No início, Stitch apenas fica com Lilo para evitar a captura por seus companheiros alienígenas, literalmente usando-a como escudo humano. No entanto, à medida que a dupla continua a desenvolver sua amizade, ambos encontram o sentimento de pertencimento pelo qual anseiam e aprendem que, às vezes, as pessoas que você ama ficam por perto.

Lilo abraça sua estranheza e quebra os moldes tradicionais

Por fim, assim como Stitch, Lilo é um esquisito inegável – um termo que uso apenas com o maior respeito. Ela pratica pote de picles voodoo e acredita que Pudge, o peixe, controla o clima, pegando o molde de menina Disney com olhos de corça e esmagando-o com um punho carnudo e cerrado. Nos anos desde Lilo & Stitcha Disney abraçou ainda mais o poder de garotas obstinadas e rudes, de CorajosoMerida é subestimada para moana. Embora esses personagens estejam longe de serem perfeitos, eles são independentes, complexos e, como Lilo, dançam ao ritmo de seu próprio tambor. Mais importante, eles também são bondosos, mesmo que às vezes esse coração esteja escondido atrás de um exterior de aço. Ao permitir que essas garotas sejam confusas e multidimensionais, obtemos uma nova geração de personagens que mostram às crianças que não há problema em ser diferente.

Como todos sabemos, nem todas as mídias envelhecem bem. No entanto, mesmo depois de vinte anos, Lilo & Stitch resiste ao teste do tempo. Este filme serve como uma grande exploração do luto e da amizade, contando uma história complicada e bonita pelos olhos de uma jovem protagonista igualmente complicada e bonita. Ao contar a história de Lilo em toda a sua glória maluca e amante de Elvis, os cineastas mostraram ao público que, quando você encontra as pessoas certas, nunca terá que duvidar de que pertence.



Fonte original deste artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here