21.6 C
Lisboa
Domingo, Agosto 14, 2022

Como Dumbledore conseguiu a Pedra da Ressurreição em ‘Enigma do Príncipe?’

Must read


Harry Potter Dumbledore Morte

Como um dos maiores magos de todos os tempos, imaginando Alvo Dumbledore como qualquer outra coisa que não seja sábia e poderosa é impossível, para dizer o mínimo. Ele é descrito como um bruxo clássico, do tipo que você esperaria que Merlin se parecesse, com uma longa barba branca enfiada no cinto, um nariz torto sob os óculos de meia-lua e olhos azuis cintilantes que perfuram e acalmam. Cada segredo que um personagem tinha estava sujeito a escrutínio com um único olhar, como se ele pudesse ver através de suas mentiras; qualquer pergunta que eles tivessem era prontamente respondida a partir de seu vasto catálogo mental da história dos bruxos. Além disso, ele estava sempre dois ⏤ não, três ⏤ passos à frente de todos, até mesmo dos bandidos.

Por essas razões, ver o bruxo mais poderoso de todos os tempos desmoronar sob o peso do trauma de infância em Harry Potter e o Príncipe Mestiçoe, foi doloroso, para dizer o mínimo. E tudo ligado à sua descoberta da Pedra da Ressurreição.

Por que Dumbledore foi procurar a Pedra da Ressurreição?

Dumbledore usando o anel em Harry Potter

A coisa é, ele não fez. Inicialmente, ele partiu para caçar as Horcruxes que ele acreditava que Voldemort havia criado anos antes em sua busca pela imortalidade. Uma dessas Horcrux foi o famoso anel de Salazar Slytherin, transmitido pela linhagem da família de Slytherin até Servolo Gaunt, o avô de Tom Riddle – ahem – de Lord Voldemort. Sabendo da obsessão de Voldemort com sua linhagem de Salazar Slytherin, Dumbledore teve um palpite de que o anel estaria na residência de Gaunt, e então ele o procurou. Como sempre, seu palpite estava correto.

Como ele finalmente encontrou a Pedra da Ressurreição?

Quando ele chegou à residência Gaunt em busca da Horcrux, ele colocou os olhos em um símbolo esculpido na face do anel preto e parou. O reconhecimento amanheceu. O símbolo no anel pertencia às Relíquias da Morte.

Sem dúvida o aperto de Dumbledore apertou sua varinha naquele momento, pois ele mesmo já tinha uma das três Relíquias da Morte: a Varinha das Varinhas, o Bastão da Morte, a Varinha do Destino. Ter todas as três Relíquias faria de uma pessoa o mestre da morte. E ali, bem na frente dele, estava outra: a Pedra da Ressurreição.

Para confundir ainda mais as coisas, a Pedra da Ressurreição em questão ⏤ que poderia trazer entes queridos de volta dos mortos ⏤ havia sido violada por magia negra anos antes, quando Voldemort a transformou em uma Horcrux. Ao fazer isso, Voldemort aprisionou um pedaço de sua alma nele e colocou uma maldição mortal nele para impedir que alguém destruísse o anel. Dumbledore, sendo o bruxo sábio que era, teve a previsão de saber disso, mas a tentação de ver sua falecida irmã novamente, cuja morte ele tão culpado se sentiu responsável por, era muito tentador para superar. Em um último esforço para vê-la novamente, para aliviar a dor que sentia tão fortemente em seu coração, Dumbledore colocou o anel e, ao fazê-lo, amaldiçoou a si mesmo e iniciou a cadeia de eventos que acabaria levando à sua morte.





Fonte deste Artigo

- Advertisement -spot_img

More articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Latest article