O que fazer e soluções para tentar

0
144


O Android Auto é um aplicativo conveniente e raramente discutido. Ele também quebra surpreendentemente com frequência. Aqui estão algumas dicas que esperamos ajudá-lo.

Android Auto desconexões podem ser comuns e a lista de sugestões que uma pessoa pode tentar corrigi-los é um pouco absurdo. Por exemplo, muitos manuais do proprietário sugerem coisas como levar seu veículo a uma fábrica ou entrar em contato com a concessionária. Embora seja possível que essas opções sejam viáveis ​​​​e de última hora, há algumas coisas que você pode experimentar no conforto de sua casa (ou carro) que não envolvem dirigir até uma fábrica que pode estar no exterior.

O Android Auto é um exemplo perfeito da palavra “legal”. O aplicativo permite que as pessoas usem vários aplicativos para smartphones Android no painel de um veículo moderno. É conveniente, certamente, mas também promove uma direção segura e sem distrações. Em vez de mexer no Spotify ou no Google Maps em um telefone, os usuários podem ver esses aplicativos diretamente na tela integrada do carro. Infelizmente, o Android Auto também é propenso a erros, pois há muitas partes do sistema que precisam ser compatíveis.

Relacionado: Android Auto vs Android Automotive: qual é a diferença?

Esses erros são comuns o suficiente para que quase todas as pesquisas no Google que você fizer com a frase ‘Android Auto’ produzirão resultados de usuários insatisfeitos que procuram uma solução para seus problemas de conexão. Esses posts vêm de todos os cantos da internet. Algumas das reclamações estão na forma de conversas no Twitter com empresas automotivas, algumas estão em fóruns específicos de veículos, mas todas elas direcionam as pessoas para o Google suporte ao cliente. As sugestões resultantes parecem ser produzindo resultados mistos para os proprietários de automóveis, resultando em mais dores de cabeça.


Correções do Android Auto sugeridas pelo Google

O fórum de suporte do Google para Android Auto está repleto de respostas padronizadas direcionando as pessoas para uma página de perguntas frequentes. Mesmo clicar nesse link inicial nem sempre abre o tópico adequado, então para aqueles que não querem perseguir a página, aqui está o que o Google recomenda que você tente. O primeiro passo é confirmar que conectar seu smartphone na porta USB do veículo carrega seu telefone. Caso contrário, o problema pode ser o cabo USB (o Google recomenda o uso de um cabo USB 3.0) ou um problema com a porta física do veículo ou do telefone. Normalmente, a sugestão de ‘verificar se há detritos na porta’ é apenas irritante, mas quando se trata de USB no carro, vale a pena dar uma olhada. Os carros são muito mais propensos a acumular poeira e sujeira do que as casas das pessoas.


O segundo passo é confirmar se o Android Auto está ativado no seu veículo. Muitas vezes, há uma alternância nas configurações do painel, mas em alguns veículos (o Google chama Hyundai e Kia diretamente), ela deve ser ativada pela concessionária ou fabricante. As próximas etapas sugerem que o telefone esteja ligado, desbloqueado e no modo de transferência de dados. Em muitos dispositivos Android, isso significa abrir notificações após conectar via USB e escolher os modos ‘MTP’ ou ‘Transferência de mídia’. Outra etapa recomenda confirmar que seu telefone possui a versão mais recente da Google Play Store e do aplicativo Android Auto. Além disso, pode ser útil reiniciar o painel/sistema de infoentretenimento do seu carro. Carros modernos são apenas grandes computadores, e se algo falhar com o software deles, uma simples reinicialização pode ser tudo o que eles precisam para começar a trabalhar novamente.


Por fim, o Google recomenda limpar o cache armazenado em seu telefone para todos os aplicativos relacionados ao Android Auto. Isso significa limpar os caches e o armazenamento do Android Auto, Google Assistant e Google Play Services. Isso geralmente é feito abrindo o aplicativo Configurações do seu dispositivo, navegando até ‘Aplicativos e notificações’ (ou algo semelhante), selecionando o aplicativo desejado e, em seguida, optando por limpar o cache ou armazenamento. Nesses aplicativos específicos, limpar o cache ou o armazenamento não deve resultar em perdas significativas de dados, portanto, certamente vale a pena tentar. Mantenha todas essas dicas em mente e conserte Android Auto questões devem (espero) ser um pedaço de bolo.


Fonte: o Google






Fonte Original deste Artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here