Todos os filmes do universo ‘Shrek’, classificados pelo Rotten Tomatoes

0
18



Já se passaram mais de vinte anos desde que a Dreamworks Animation lançou o primeiro Shrek filme, lançando uma franquia que resistiu ao teste do tempo, que atraiu não apenas crianças, mas também adultos. E aquela história sobre um ogro mal-humorado que se apaixona continua sendo um filme de primeira linha que já gerou três sequências e dois filmes derivados.


RELACIONADO: Os melhores filmes infantis que são mais para adultos

Com o lançamento do último filme da franquia, Gato de Botas: O Último Desejo, parecia certo se aventurar de volta ao pântano e dar uma olhada em todos os seis filmes do Universo Shrek. E seja uma história de amor não tão clássica, um conto de traição familiar ou a crise final da meia-idade, há muito o que amar nesses filmes.

6/6 ‘Shrek Terceiro’ (2007) – 41%

Em seu leito de morte, o pai de Fiona, o rei Harold, diz a Shrek que deseja que ele assuma o controle do reino, mas Shrek não quer isso. Harold diz a Shrek que há outro herdeiro, então Shrek parte em uma jornada para encontrá-lo. Enquanto está fora, o Príncipe Encantado reúne um exército de vilões para assumir Far Far Away e se instalar como rei, e Fiona e as outras princesas devem se unir e lutar para salvar seu lar.

Shrek Terceiro é um sequela que recebe muito ódio injustificado, mas na verdade conta uma história bastante sólida. Shrek consegue ser um pouco mais seu velho rabugento neste do que no anterior, especialmente ao lidar com um jovem e petulante Arthur Pendragon, que consegue ser um rei neste sem nem mesmo ter que puxar uma espada de uma pedra. Foi hilário ver o Burro e o Gato trocando de lugar, obrigando os atores a se adaptarem aos maneirismos do outro. E ver as princesas assumirem o comando e chutar o traseiro, em vez de apenas esperar para serem resgatadas, foi ótimo. Além disso, podemos ver os bebês de Burro e Dragão que foram mostrados no final do segundo filme, bem como os bebês de Shrek e Fiona no final deste. A história deles progrediu perfeitamente ao longo dos três primeiros filmes e continuará no próximo.

5/6 ‘Shrek para sempre’ (2010) – 57%

Shrek agora é um homem de família. Ele é marido e pai, um membro querido da comunidade… tudo o que ele nunca pensou que seria. Mas recentemente, ele está frustrado e só quer sua antiga vida de volta. Então, ele faz um acordo com Rumpelstiltskin para ter essa vida de volta por apenas um dia – uma espécie de férias. Mas o que Shrek não sabe é que o custo é muito maior do que ele esperava, pois Rumpelstiltskin faz com que ele nunca tenha nascido!

O que começa como um filme sobre um homem (ou ogro, neste caso) passando por uma crise de meia-idade, rapidamente se transforma em uma versão de É uma vida maravilhosaenviando Shrek para uma versão da realidade onde as coisas são muito diferentes, e não para melhor. Shrek Para Sempre foi muito mais interessante que o filme anterior, permitindo que Fiona realmente brilhasse como ogra e líder, e também apresentando um bando de outros ogros, algo que ainda não tínhamos visto.

4/6 ‘Gato de Botas’ (2011) – 86%

Este spin-off prequela conta a história de origem de o famoso gato fanfarrãoO Gato de Botas (Antonio Banderas), que apareceu pela primeira vez na segunda Shrek filme. Anos depois de seu irmão adotivo, Humpty Dumpty (Zach Galifianakis), arruinou sua vida, eles se reconectam e tentam fazer as pazes. Ao fazer isso, eles partem em uma missão para roubar o lendário Ganso de Ouro, mas o Gato logo descobre que nem tudo é o que parece.

Este é um ótimo complemento para Shrek universo, mergulhando no passado de um dos melhores personagens de toda a franquia. O Gato de Botas tem um tom completamente diferente dos outros filmes, o que ajuda a torná-lo fresco, e não apenas uma reforma de coisas que vimos. As interações do Gato com Kitty Softpaws (Selma Hayek) são maravilhosos. Eles jogam um contra o outro tão bem. O filme faz um ótimo trabalho em expandir este mundo com personagens de histórias famosas de contos de fadas que ainda não conhecemos, mantendo o foco no Gato.

3/6 ‘Shrek’ (2001) – 88%

o muito primeiro filme da franquia conta a história do personagem titular, Shrek (Mike Myers), um ogro que só quer ficar sozinho em seu pântano. Ele é contratado por Lord Farquaad (John Lithgow) para viajar para uma torre distante para resgatar a princesa Fiona (Cameron Diaz), para que ele possa se casar com ela e se tornar rei. Mas no processo de resgatá-la, Shrek se apaixona por Fiona e deve descobrir se ela sente o mesmo.

Este é o filme que realmente colocou a Dreamworks Animation no mapa. Mike Myers dá uma performance fantástica e encontra uma parceria perfeita com Eddie Murphy, que interpreta o burro. É um conto simples e direto que não se envolve muito em enredos complicados, e é isso que o faz funcionar tão bem.

2/6 ‘Shrek 2’ (2004) – 89%

Shrek 2 começa logo após o final do primeiro filme com Shrek e Fiona em lua de mel. Depois que eles voltam, Fiona decide que é hora de apresentar seu novo marido aos pais. No entanto, isso não sai exatamente como ela planejou. Sentindo-se rejeitado pelo pai de Fiona, Shrek procura a Fada Madrinha (Jennifer Saunders) para uma poção para torná-lo bonito, para que seu pai, e todos os outros, possam finalmente aceitá-lo.

Esta é uma ótima sequência que pega esse mundo maravilhoso e o desenvolve de maneiras surpreendentes. Somos apresentados a vários novos personagens, incluindo o Príncipe Encantado (Rupert Everett), a já mencionada Fada Madrinha e o felino fanfarrão Gato de Botas. Shrek 2 tem uma abordagem muito mais fantástica para a história, inclinando-se muito mais para o mundo dos personagens de contos de fadas. E no final, podemos ver o retorno de Dragon e os bebês híbridos dela e de Donkey!

1/6 ‘Gato de Botas: O Último Desejo’ (2022) – 97%

Após anos de aventuras, o infame Gato de Botas descobre que está em sua nona e última vida e decide que é hora de pendurar as chuteiras. Mas, quando ele descobre uma estrela mágica dos desejos que pode restaurar todas as suas vidas perdidas, ele parte em uma jornada para encontrá-la, ao lado de sua velha amiga Kitty Softpaws e do novo amigo Perrito.

A última parcela do Shrek Universo, Gato de Botas: O Último Desejo vê o retorno de Antonio Banderas e Selma Hayek como Gato e Gatinha. Já se passaram onze anos desde a última vez que os vimos, e sua química com esses personagens não perdeu um passo. Se alguma coisa, melhorou. Ele também utiliza algumas técnicas de animação únicas, que realmente destacam o filme. Este é, de longe, o melhor filme de toda a franquia, o que deve dar esperança aos fãs para o próximo quinto filme. Shrek filme que sai em 2023.

PRÓXIMO: As melhores princesas do cinema que não são da Disney



Fonte original deste artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here