A Federal Trade Commission está investigando a aquisição da Bungie pela Sony agora também

0
215



Enquanto Sony está alegando que não vai fazer Bungie jogos exclusivos para seus consoles, ainda está sendo investigado pela Comissão Federal de Comércio dos EUA.

A Sony anunciou que seria comprando Bungie por uma soma colossal de US$ 3,6 bilhões no início deste ano, o que obviamente chamou a atenção da FTC. De acordo com A informação (paywalled, via Jogador de PC), a FTC lançou uma “investigação aprofundada” do acordo. O relatório afirma que a investigação começou no final de abril e supostamente está focada no fato de que a Sony pode fazer jogos da Bungie, como a série Destiny, exclusivos para consoles PlayStation.

A Bungie afirmou que seria normal para o estúdio, sem planos de não lançar seu jogo em outras plataformas além do PlayStation. No entanto, a FTC não está totalmente confiante nisso, levando a organização a questionar a Sony e a Bungie para entender se a Sony tem um incentivo para reter alguns ou todos os jogos da Bungie de outras plataformas. Por causa dessa investigação, o acordo pode ter pelo menos um atraso de seis meses.

A FTC também está investigando os incrivelmente maciços US $ 68,7 bilhões da Microsoft aquisição da Activision Blizzard. O presidente dos EUA, Joe Biden, lançou um ordem executiva no ano passado, pedindo à FTC que seja mais proativa na aplicação das leis antitruste. É essencialmente para evitar práticas comerciais obscuras e garantir uma concorrência justa, o que é definitivamente justo no caso da Activision Blizzard, que possui algumas das maiores IPs do mundo.

Considerando que a Bungie ainda planeja operar normalmente, o atraso no acordo provavelmente não terá muito efeito no desenvolvimento de Destiny 2. Isso pode significar que o acordo se desfaça das regras da FTC como uma prática comercial desleal, mas vai demorar um pouco para descobrir o resultado.





Fonte deste Artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here