França impõe multa de € 60 milhões à Microsoft por colocar cookies de anúncios nos dispositivos dos usuários ‘sem o consentimento deles’

0
12



O regulador de privacidade da França multou a Microsoft em 60 milhões de euros por impor cookies de publicidade a seus usuários.

Conforme relatado por França 24a multa refere-se especificamente ao mecanismo de busca da Microsoft Bing, que a Comissão Nacional de Tecnologia e Liberdades da França (CNIL) disse não ter sido configurado para permitir que os usuários recusem cookies simplesmente como aceitá-los

O regulador francês de dados pessoais disse que quando os usuários visitavam o Bing “cookies eram depositados em seus terminais sem seu consentimento, enquanto esses cookies eram usados, entre outros, para fins publicitários”. A CNIL acrescentou ainda que não existe “nenhum botão que permita recusar o depósito de cookies tão facilmente como aceitá-lo”.

A multa está relacionada às leis de proteção de dados na União Europeia que exigem que os sites obtenham o consentimento dos visitantes antes de armazenar ou recuperar qualquer informação em seu dispositivo digital. Como os cookies são usados ​​para rastrear a navegação online, qualquer site que os utilize (que é basicamente todos eles) é abrangido pela lei.

Recentemente, a CNIL vem reprimindo grandes empresas de tecnologia que violam essas leis. No ano passado, a organização distribuiu multas no valor de 210 milhões de euros pelo mesmo problema de não permitir que os usuários recusem cookies simplesmente como aceitá-los. Em resposta a essa multa, o Google disse que retificaria suas práticas, afirmando que “estamos comprometidos em implementar novas mudanças, bem como em trabalhar ativamente com a CNIL em resposta à sua decisão”.

A Microsoft ainda não comentou a multa. Mas foram dados três meses para resolver o problema. Se não o fizer, poderá enfrentar novas multas de 60.000 euros por cada dia de emissão após o prazo.



Fonte deste Artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here