Como salvar uma orquídea com folhas amareladas?

0
315


As folhas das orquídeas (e todos os tipos de plantas) podem ficar amarelas por vários motivos.

Essas razões variam desde o envelhecimento normal até a mudança das estações, infecção bacteriana ou viral e infestação de pragas.

Folhas de Orquídea Amarela

Este artigo discute algumas das causas do amarelecimento das folhas (clorose) em orquídeas e oferece dicas e conselhos para lidar com esse fenômeno.

11 razões e soluções para a clorose das orquídeas

1. Você não pode errar com luz solar indireta e brilhante

Orquídeas de todos os tipos precisam de muita luz para produzir clorofila, realizar a fotossíntese e manter as folhas verdes.

Basta lembrar que na natureza, a maioria das orquídeas cresce em árvores. Eles recebem luz filtrada através das folhas da árvore, então eles não estão preparados para a luz solar direta.

A maioria das orquídeas gosta Phalaenopsis (orquídeas mariposas) – se sairá muito bem em uma sala consistentemente quente e receberá luz solar indireta e brilhante.

Se sua única opção for uma janela que receba luz solar direta e brilhante, coloque uma cortina transparente para fornecer alguma proteção.

Se você não tiver uma área que receba luz natural suficiente, adicione uma luz de cultivo para manter sua orquídea feliz. [source]

2. Época do ano

Quando as estações mudam, a cultura das plantas também muda.

As flutuações de temperatura, luz e umidade podem ser estressantes, e o estresse causará o amarelecimento das folhas.

No entanto, isso não é motivo de alarme. Apenas corrija o ambiente cultural o melhor que puder.

Remova as folhas amarelas conforme necessário usando um implemento limpo e muito afiado.

3. Envelhecimento Natural

Se sua orquídea estiver saudável, mas uma folha inferior começar a amarelar, a folha está chegando ao fim de sua vida útil.

Basta podá-lo com um implemento bem afiado e limpo, e não se preocupe com isso.

4. Estresse

Mudanças de temperatura, luz e umidade podem causar estresse, o que causa o amarelecimento das folhas. Repotting excessivo, ou repotting infrequente, também pode causar estresse.

De um modo geral, você não deve precisar replantar uma orquídea saudável com mais frequência do que uma vez a cada dois anos. No entanto, como acontece com a maioria das plantas, a primavera é a melhor época para replantar.

5. Desequilíbrio Cultural

Para um ótimo desempenho, as orquídeas precisam da combinação certa de água, luz e temperatura. Muito ou pouco desses componentes culturais pode causar estresse e folhas amareladas.

De um modo geral, as orquídeas gostam de molhar e regar a seco, luz solar indireta brilhante e temperaturas que variam de 60 ° a 75 ° graus Fahrenheit.

6. Sede

Se você não regar sua orquídea o suficiente, ela murchará e suas folhas ficarão amarelas. Pode até parecer morto, mas não perca a esperança.

Em vez disso, dê-lhe uma boa rega. Mantenha a planta regada e espere pacientemente. Pode demorar um pouco para se recuperar, mas pode sair.

7. Alagamento

Quando você rega demais sua orquídea, você afoga as raízes. Isso fará com que o crescimento das folhas diminua e, eventualmente, pare. Também pode causar o amarelecimento das folhas.

Você deve remover sua orquídea do meio de cultivo e podar quaisquer raízes moles se isso acontecer.

Raízes pretas e marrons também devem ser removidas. Deixe raízes verdes saudáveis ​​no lugar.

Deixe sua orquídea arejar por alguns dias e, em seguida, replante-a em substrato fresco, arejado e bem drenado, destinado ao uso com o tipo de orquídea que você possui.

8. Temperatura errada para o tipo de orquídea

Algumas orquídeas são chamadas de orquídeas de “temperatura fria”. Esses são :

  • Odontoglosso
  • Dendrobium
  • Cymbidium

Estes preferem temperaturas que variam de 60° a 70° graus Fahrenheit.

No entanto, a exposição a temperaturas mais altas pode fazer com que essas orquídeas sofram estresse e folhas amarelas.

9. Alimentação incorreta

Superalimentar sua orquídea pode causar raízes queimadas e estresse, o que leva a folhas amareladas.

Mesmo assim, você não quer que sua orquídea passe fome, então você deve fornecer a quantidade certa de nutrição.

Certifique-se de comprar um fertilizante formulado para uso com orquídeas.

Não deve ser pesado em magnésio e nitrogênio, porque esses nutrientes impedirão que sua orquídea absorva ferro.

Leia atentamente as instruções da embalagem e, em seguida, forneça meia dose à sua orquídea. Se esta for a quantidade certa para a sua orquídea, continue com esta dosagem mensalmente.

Se você notar que as folhas estão desenvolvendo manchas amarelas no centro, que depois se espalham, significa que sua orquídea precisa de um pouco mais de fertilizante.

10. Níveis errados de umidade

O calor e a umidade excessivos levam ao crescimento de fungos. Isso fará com que as folhas fiquem amareladas e caiam, eventualmente matando suas orquídeas.

De um modo geral, a maioria das orquídeas precisa de níveis de umidade que variam de 40 a 70%.

No entanto, é aconselhável ler sobre o tipo de orquídea que você tem para determinar qual é o melhor nível de umidade para ela.

Você pode manter os níveis de umidade corretos e consistentes usando um umidificador com um sensor que desliga e liga o dispositivo conforme necessário.

Se você não tiver isso, tente usar uma bandeja de seixos embaixo da orquídea para ajudar a manter o ar ao redor da planta naturalmente umidificado.

11. Infecções

Se as folhas da sua orquídea começarem a amarelar na ponta e depois o amarelecimento se espalhar pela folha, suspeite de uma infecção bacteriana ou fúngica.

Tanto fungos quanto bactérias são mais propensos a prosperar quando os níveis de umidade e temperatura são muito altos.

Quando isso acontecer, corrija suas circunstâncias culturais e replante sua orquídea.

Siga esses passos:

  • Ao tirá-lo do substrato, examine as raízes com cuidado.
  • Apare quaisquer raízes danificadas ou apodrecidas com um instrumento muito afiado e estéril.
  • Podar as folhas afetadas.
  • Lave bem a planta.
  • Você também pode pulverizar as raízes com uma mistura de 50-50 de água oxigenada e água.
  • Deixe a planta arejar por vários dias e, em seguida, replante-a em um recipiente novo ou completamente esterilizado com um meio de envasamento totalmente fresco e novo.

Consulte as dicas apresentadas acima para cuidar de sua orquídea enquanto ela se recupera.



Fonte deste Artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here