17.5 C
Lisboa
Segunda-feira, Julho 4, 2022

It Bags to Desire – Revista Love Happens

Must read


As bolsas são uma peça fundamental em qualquer look, têm o poder de dar um novo poder a um look, mas também são uma forma de se sentir mais confiante. Não é por acaso que existe uma grande paixão por este acessório.

Estes It Bags específicos listados abaixo são icônicos e desejados por todas as mulheres que estão na moda. Eles têm uma história associada a eles e o nome da peça geralmente é associado a uma pessoa notável. Os It Bags são sempre atemporais, alguns têm mais de quarenta anos, mas permanecerão sempre atuais e reconhecidos.

Leia e inspire-se com a história e curiosidades sobre 10 de nossos icônicos It Bags favoritos!


10 dos mais icônicos it bags de todos os tempos


The Fendi Baguette

É considerada por alguns amantes da moda como a primeira It bag.

O sucesso desse acessório se deve em parte à personagem de Carrie Bradshaw, interpretada pela atriz Sarah Jessica Parker, em uma das séries de TV mais famosas de todos os tempos: Sexo e a cidade, e atualmente na nova edição, E assim mesmo. Rapidamente, todas as mulheres que assistiram à série quiseram recriar os looks da personagem. A baguete tornou-se uma representação de luxo. Há uma cena memorável durante a série, em que Carrie disse sobre a bolsa icônica: “Isso não é uma bolsa, é uma baguete”.

Na verdade, é impossível que essa criação da Fendi passe despercebida. É aquela peça chave que completa qualquer look, sem muito esforço. No SATC Carrie vestiu uma baguete de lantejoulas roxas, no entanto, a bolsa vem em milhares de cores e padrões, tornando-a um verdadeiro ícone da moda.

Lady Dior

Para nós, essa bolsa é amor à primeira vista e parece que foi também para a maravilhosa Princesa Diana. A Princesa de Gales passou a ser vista e fotografada em vários eventos com esta bolsa. Saiu em várias versões ao longo do tempo. E atualmente também tem vários tamanhos.

Mas é preciso voltar aos anos 90 para conhecer a história desse acessório deslumbrante. Tudo começou quando Bernadette Chirac, esposa do presidente francês Jacques Chirac, ligou para a Dior com um pedido especial e personalizado. Ela queria oferecer uma mala que fosse totalmente exclusiva da princesa Diana.

Por isso esta It bag passou a se chamar “Lady Dior” em homenagem a esse ícone da moda, que sempre será lembrado, entre outras coisas, por se vestir impecavelmente bem. Dessa forma, Diana sempre será um ícone da moda. Sempre será um símbolo de elegância e requinte. Temos certeza de que Lady Dior é digna da realeza.

O Birkin, Hermès

Como no caso anterior, este acessório deslumbrante também tem uma pessoa conhecida na origem da criação da bolsa. Desta vez é a atriz Jane Birkin. Ela queria uma bolsa prática, que tivesse vários compartimentos e facilitasse o armazenamento e a organização porque a atriz gostava de guardar muitas coisas na bolsa. O objetivo era criar uma forma de combinar organização com elegância e beleza.

A Birkin é o resultado de um trabalho minucioso e artesanal, por isso também se diferencia das demais. O valor alto está relacionado ao fato de levar semanas para ser concluído. Na verdade, nem todo mundo pode comprar, pois há longas filas de espera para a obtenção do produto, que vão além de dois anos.

Foram acrescentados outros tamanhos de It bag e outros tipos de materiais, nomeadamente couro e, claro, outras cores que não eram tão tradicionais para todos os gostos.

2,55, Chanel

Outro It Bag bem conhecido por todos e, portanto, dispensa apresentações.

Nos anos 50 esta bolsa foi uma verdadeira inovação por incluir alças longas, o que até então raramente acontecia. Então Coco Chanel deixou de lado as bolsas típicas e criou algo diferente. Seu nome data do ano de seu lançamento, 1955.

Posteriormente, houve uma adaptação que também foi icônica, denominada “11.12”. São modelos diferentes, mas com algumas semelhanças. Portanto, o toque clássico que estava na sua origem nunca se perdeu. Além disso, são dois modelos que nunca saem de moda, por isso estão sempre presentes nas coleções da marca, com cores diferentes.

Classic City, Balenciaga

Há um fato curioso por trás da história de Classic City. Na verdade, a princípio, o design não agradou aos seus criadores, pois não tinha estrutura, numa época em que todas as bolsas eram rígidas.

No entanto, a estilista não desistiu da modelo, que encantou várias modelos como Kate Moss. Todo sucesso começa naquele momento! O diretor de criação se esforçou para produzir apenas vinte e cinco bolsas para algumas modelos e outras personalidades ligadas ao mundo da moda. Aliás, essa foi uma boa estratégia, pois o acessório passou a estar nas mãos das pessoas certas e virou tendência e atingiu a notoriedade que tem até hoje. Circulando entre as pessoas certas, o item rapidamente se tornou um desejo absoluto.



Speedy, Louis Vuitton

Criada em 1965, a Speedy rapidamente se tornou um clássico na história da moda, conquistando o coração de quem a veste. Essa bolsa foi um pedido da atriz de Hollywood Andrey Hepburn e uma espécie de adaptação de uma mala, mas para o uso diário.

No início, foi desenvolvido com os famosos e diferenciados logotipos das marcas e agora possui várias versões. A Louis Vuitton aproveitou o grande sucesso da mala para criar edições limitadas que despertaram, ainda mais, o desejo de possuí-la.

Bagagem, Céline

Este é um marco na história da Céline, pois veio depois de um período difícil para a empresa, que levou a uma reestruturação da empresa.

A verdade é que essa mala não foi aceita imediatamente pelas pessoas. Porém, tudo mudou depois de um tempo, quando as gêmeas Olsen começaram a aparecer com esse acessório. Depois disso, as bagagens começaram a esgotar-se em todas as lojas e houve até filas para comprá-las.

Cassete, Bottega Veneta

Essa é uma das mais modernas e também as mais novas It bags! Desde 2019, conquistou os amantes da moda e apareceu em todo o Instagram, diversos looks já vistos com a Cassette, desde modelos e atrizes até influenciadores.

Seu nome está relacionado à sua forma retangular. Posteriormente, esta caixa teve outras adaptações, mas sem perder as características essenciais que a tornam única, resultando na Caixa Acolchoada.

Gucci Jackie 1961

Todo mundo que segue a moda de perto conhece essa bolsa. Mas de onde vem seu nome? Diz-se que o nome veio da famosa Jackie Kennedy, que foi fotografada com sua bolsa, dando muito o que falar. Anteriormente, ela tinha outro nome, mas ninguém a reconhecerá por esse nome.

Sempre surgiram novos designs e inovações de bolsa, mas muito recentemente a bolsa se tornou ainda mais elegante e graciosa.

A Diana, Gucci

Mais uma bolsa inspirada em Diana, o ícone da moda. Elegância é a palavra que define a princesa Diana.

A pulseira de material diferente do que se via na época é o único e distintivo deste acessório, pois é feita de bambu. A Gucci sempre apostou nesse material e parece que todo mundo é fã! E se foi Diana, isso quer dizer que é a aposta certa para o seu look, sem dúvida!

Palavras de Sílvia Oliveira
Imagem destacada: cortesia da Dior


Mais para amar:

OS MELHORES INVESTIMENTOS DE MODA, BOLSAS VINTAGE DE LUXO MESMO TRUMP ART
8 DOS MELHORES SACOS DE DESIGNER PARA INVESTIR EM






Fonte deste Artigo

- Advertisement -spot_img

More articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Latest article